Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Tribuna’ Category

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 09 de setembro de 2010

O excesso de privatizações na cidade de Blumenau chamou a atenção do parlamentar VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT). O petista falou sobre as dificuldades que a população está passando com a privatização do esgoto e também sobre a situação prejudicial a que foram levados os agricultores do município com a privatização da merenda escolar. “Mais de R$ 50 milhões já foram mandados para fora da cidade e nossos produtores, que eram os maiores fornecedores, estão encontrando dificuldades”, informou. A intenção de privatização da Vila Germânica também foi comentada com indignação pelo vereador. “Primeiro reconstruíram a Proeb com o dinheiro do povo e agora querem privatizar”, explicou.

Vanderlei também cobrou as autoridades em relação ao dinheiro do Moinho do Vale. “Quando encaminharam para venda fizeram propaganda do que seria arrecadado e afirmaram que este dinheiro iria para a educação. Até hoje não vimos o resultado e podemos observar o péssimo estado que se encontra a Prainha”, avaliou. O parlamentar relacionou a falta de investimento dos recursos em educação com o artigo 107 que segundo alegou, não está sendo cumprido pelo atual governo. “Apesar das melhorias no artigo 170, o artigo 107 não existe.

Ainda sobre a educação, o petista anunciou que o Fies (Financiamento estudantil), que antes necessitava de fiadores para ser concluído, foi facilitado pelo Governo Federal. “A presença do fiador foi abolida, agora o estudante não precisa mais ter um fiador com dois imóveis em Blumenau para financiar seus estudos”, esclareceu. Segundo o vereador, a educação está “caminhando positivamente”, com medidas como essa e com a abertura de vagas do Instituto Federal. Serão 800 vagas na cidade de Gaspar, para ensino profissionalizante. “Blumenau também caminha para abertura do Instituto Federal na região Norte, que dará acesso à Blumenau e Região”, adiantou. Serão aproximadamente mil e duzentas vagas na cidade.

Por fim, Vanderlei alegou que o futuro da universidade de Blumenau está nas mãos da comunidade universitária, que vai decidir o que será melhor. “São duas lógicas bem diferentes de candidaturas, a decisão está no mundo da universidade”, concluiu.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 31 de agosto de 2010

Novamente a área da saúde foi alvo de criticas do vereador VANDERLEI PAULO DE OLIVEIRA (PT). Apesar de comemorar a chegada de um médico ao Estratégia de Saúde da Família Arthur Riedel, – “depois de alguns anos sem médicos regulares aparentemente a comunidade da Bruno Schreiber recebe um médico” -, lamentou que o ESF esteja sem auxiliar administrativo, sem três dos seis agentes comunitários e com péssima manutenção. Ele ressaltou que o médico só foi encaminhado após reportagens veiculadas nos meios de comunicação. Vanderlei denunciou ainda que diversos agentes comunitários trabalham em desvio de função.
Em seguida, o vereador anunciou que a comunidade do Loteamento Canto do Rio, localizada no distrito do Garcia, recebeu a notícia de que o governo decidiu “sob pressão” que não irão multar os moradores daquela região. Vanderlei explicou que a população daquela região sofre com mau encaminhamento dentro de algumas questões no município. “Vamos trabalhar para solucionar uma conduta inadequada da Prefeitura de Blumenau”, falou.
Outro assunto abordado pelo parlamentar foi o aumento das passagens de ônibus. Vanderlei ironizou o fato do valor, que passará para R$ 2,57, exigir que o usuário ande com moedas para pagar o transporte coletivo. “A população reclamaria se fosse 2,60, mas pelo menos haveria mais inteligência na decisão”, argumentou. Ele denunciou que a planilha foi uma montagem. “Poderiam ter aumentado ou abaixado um pouquinho a planilha para que nós não tivéssemos que tocar neste assunto”, apontou.
Oliveira ainda comentou sobre a Audiência Pública Itinerante ocorrida ontem, na Escola Básica Municipal Francisco Lanser. A reunião discutiu as condições de infraestrutura do bairro Tribess para receber os novos moradores que irão habitar o residencial Novo Lar. “As reclamações mais freqüentes foram referentes à segurança e contratação de professores”, salientou. Vanderlei fez ainda um alerta sobre o “estado lastimável” em que se encontra o ginásio de esportes do colégio.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 26 de agosto de 2010

O líder do PT, VANDERLEI DE OLIVEIRA, voltou a disparar contra a administração municipal, mostrando o número de pedidos encaminhados através do legislativo. “Os três verbos que norteiam o mandato do vereador são legislar, fiscalizar e julgar, mas nós vamos ter que acrescentar orientar e propor”, assinalou. “Nos idos da década de 1980, certamente as proposições dos vereadores não passavam de 365 por ano. Hoje já ultrapassamos a marca de seis mil indicações feitas ao executivo em todas as áreas. Isso tudo, sem falar no que passa pelas ouvidorias do município, o que deve elevar o número para 10 mil solicitações”, disse.

Oliveira aproveitou para criticar o prefeito que, a partir de 2007, passou a contar com mais de 50 gerentes para cuidar da cidade. “O que estes gerentes estão fazendo, se de cada três cidadãos, dois tem reclamações”, indagou. O parlamentar considerou inconcebível que estes gerentes comissionados estejam apenas voltados a atuação política.

Depois de vasculhar o Boletim Oficial do Município o vereador disse ter encontrado algumas pérolas, mas uma chamou sua atenção: “Uma licitação de mais de meio milhão de reais para a compra de “cuca”, doce tradicional da culinária alemã. O petista tirou cópias do material e agora quer saber o que a prefeitura de Blumenau vai fazer com mais de meio milhão de reais de cuca, adquiridas de uma determinada padaria da cidade.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 24 de agosto de 2010

Mesmo que Blumenau tenha algumas equipes de ESF completas “a cidade sofre na saúde”, segundo o vereador VANDERLEI PAULO DE OLIVEIRA (PT). “Temos prova, algumas comunidades há muito tempo sofrem”, salientou. Como exemplo, o parlamentar citou a unidade de saúde Arthur Ridel, no Progresso. “Há alguns anos aquela unidade de saúde tem dor. Há alguns anos faltam materiais, agentes administrativos, agentes comunitários de saúde e médicos, constantemente”, declarou. E afirmou ser assim com diversas outras. “Terminamos 2004 com R$ 80 milhões para saúde em Blumenau, vamos fechar 2010 com R$ 180 milhões. Então um aumento de 125%, enquanto a inflação deu qualquer coisa em torno de 40%”, assinalou. Ele questionou “onde estão os outros cerca de R$ 80 milhões, que é sobra da inflação neste período”.

O parlamentar lamentou ainda que este seja o cenário da comemoração dos 160 anos do município e citou também o aumento na passagem do transporte coletivo urbano com todos os problemas que estão ocorrendo.

Outra crítica de Vanderlei foi ao corte da irrigação de todas as ruas da cidade. “É lastimável”, salientou. Em seguida, Oliveira assinalou que a promessa do prefeito, quando liberou a ordem de serviço para fazer a pavimentação da segunda parte da rua Jordão, de que a obra não pararia não foi cumprida.

Vanderlei registrou ainda que a cidade recebeu a visita do senador Belini Meurer, suplente de Ideli Salvatti, dia 20 de agosto. O senador encontrou o vice-prefeito para tratar de interesses de Blumenau junto ao senado e governo federal, reuniu-se também com dirigentes e depois com os vereadores do Partido dos Trabalhadores, acompanhou o andamento das eleições para reitoria da Furb. O petista contou que Meurer colocou-se a disposição de Blumenau para continuar acompanhando as demandas que estão em andamento e os atendimentos das futuras.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 19 de agosto de 2010

O vereador VANDERLEI PAULO DE OLIVEIRA (PT) utilizou a tribuna nesta quinta-feira (19) para questionar a falta de profissionais e materiais de trabalho nas unidades de saúde da cidade. Segundo o parlamentar, o orçamento da área neste ano é de R$180 milhões.

Vanderlei também questionou o corte do repasse financeiro aos sindicatos que prestam atendimento médico e odontológico aos trabalhadores do município. “Estas instituições, na verdade, desafogam os postos de saúde. Quem necessita hoje ir a uma unidade precisa levantar de madrugada e disputar uma vaga na fila. Este é mais um grave e duro golpe a população de Blumenau”.

O petista também abordou o aumento da passagem de ônibus, que foi para R$ 2,57, preço que será praticado a partir de 04 de setembro. “A auditoria, para mim, é fraudulenta”, disse. De acordo com Vanderlei, a empresa responsável pelo serviço presta  serviços somente as empresas permicionárias de Santa Catarina. “E para quem ainda não sabe, o diretor presidente deste instituto de auditagem, foi secretário de Estado de segurança do ex-governador de Santa Catarina, Vilson Kleinübing, pai do prefeito João Paulo Kleinübing”, finalizou.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau



 

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 17 de agosto de 2010

De acordo com o vereador VANDERLEI PAULO DE OLIVEIRA (PT), a prefeitura notificou recentemente 171 moradores do loteamento Canto do Rio, localizado no bairro Progresso, solicitando que num prazo de 60 dias todos os cidadãos regularizassem o ‘Habite-se’ de suas casas, bem como instalem filtros e fossas nas residências.
Os avisos, segundo Vanderlei, vieram com a redação de que eram uma determinação do Ministério Público. O vereador conversou com representantes da entidade, que lhe informaram não terem dado ordens neste sentido. “Foi um transtorno para aquela comunidade. Elas têm que rever a situação em dois meses, senão, serão multadas”, enfatizou.
A prefeitura notificou também os proprietários de terrenos doados pelo próprio poder executivo, logo após as enchentes de 1990. “Ontem fizemos uma reunião longa. Eu e o vereador Deusdith de Souza. Hoje vou encaminhar uma indicação e um requerimento pedindo a suspensão das notificações. Peço também que o executivo se reúna com a associação de moradores, além de fazerem um ajuste de condutas para não prejudicar aqueles moradores”, finalizou.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau



Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 05 de agosto de 2010

A notícia sobre o possível aumento da tarifa no transporte público de Blumenau mereceu destaque do vereador VANDERLEI PAULO DE OLIVEIRA (PT). “Nós sabemos dos complicadores que foi e ainda é esta história da tarifa do transporte coletivo”, observou. O parlamentar citou a matéria “Ônibus. Preço em estudo é de R$ 2,57”, publicada hoje, no Jornal de Santa Catarina. Vanderlei também afirmou acompanhar o site da Prefeitura Municipal onde consta a seguinte manchete: “Resultado da auditoria dos cálculos tarifários foi apresentado na reunião do Comtranblu na tarde desta quarta-feira” e declarou não ter havido reunião com o Conselho Municipal de Trânsito e Transportes de Blumenau (Comtranblu) ontem à tarde. Oliveira contou ter recebido um e-mail do Conselho, com declarações do presidente do Seterb, que prova que o encontro não ocorreu. “E o governo de Blumenau manda colocar no site estas informações”, citou.

Em outro momento, Vanderlei comentou problemas relacionados à área da saúde no município. Ele contou ter sido convocado para reunião do conselho de saúde do ESF Arthur Riedel e denunciou que a unidade está há oito meses sem médico, há alguns anos sem os seis agentes comunitários de saúde necessários e por alguns períodos sem o auxiliar administrativo, obrigando o desvio de função. “Embora todos os meses o Executivo receba os valores referentes à saúde. Estas unidades têm que fazer malabarismos para tentar encontrar espaço para atender os pacientes do Sistema Único de Saúde”, ressaltou. Ele ainda disse que no final de 2004 o governo fechou o ano com cerca de R$80 milhões para saúde de Blumenau e no final deste ano fechará com mais de R$ 170 milhões para o setor. “O que está acontecendo?”, questionou.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 27 de julho de 2010

Ao comentar a audiência pública da APAE realizada na Câmara Municipal o petista VANDERLEI DE OLIVEIRA lamentou não ter havido nenhuma resposta até o momento. “Embora todas as tentativas, graças à insensibilidade do secretário da saúde e do governador do Estado, a situação ainda não foi resolvida”, criticou.

Vanderlei também registrou a publicação das atas do dia 1º de março, 30 de abril e 10 de maio, no jornal de hoje, “pela empresa que ainda tenta se manter como responsável pela obra do sistema de esgoto da cidade”, deixou no ar uma advertência: “Esta situação ainda não está resolvida”. Ele disse que nada tem contra os trabalhadores envolvidos, mas sim contra “esta doença que trouxeram para se instalar em Blumenau. Podem colocar as barbas de molho, porque a luta não terminou”.

Como notícia boa, o vereador mostrou o edital 327, de 14 de julho, que trata da instalação da ferrovia de 622 quilômetros, ligando Itajaí a Chapecó, e em seguida a Dionísio Cerqueira. “Trata-se do edital de estudos complementares para que voltemos a ter a ferrovia da integração, no valor de R$ 6 milhões e 370 mil”, assinalou.

Com imagens da pedra fundamental dos 27 apartamentos prometidos aos moradores da rua Pedro Kraus, atirada ao solo, Vanderlei de Oliveira criticou a administração pela demora no início das obras. “É mais uma contribuição do governo municipal, para atender as carências na habitação”, ironizou. Ao mesmo tempo, mostrou imagens da rua Guarulhos, executada depois das eleições de 2008, classificando a obra de eleitoreira. “O deslocamento dos moradores é praticamente impossível”, disse.  Ele lamentou que houve a garantia de recuperação, mas infelizmente não estão cumprindo a promessa.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 15 de dezembro de 2009

No último pronunciamento de 2009, o vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT) não fugiu à regra e fez críticas ao governo municipal. Denunciou que a estrutura oficial da prefeitura foi despejada do terminal do Aeroporto Quero-Quero, por conta de atos irresponsáveis da administração de Blumenau e lamentou os prejuízos causados ao setor. Também fez novas reclamações sobre demora no atendimento na área da saúde, mostrando um documento datado de 18 de agosto de 2006 e que não aconteceu. “Por isso vou continuar batendo e cobrando, porque esse tipo de falta de serviço ocorre em várias regiões de Blumenau”, prometeu.

Ao comentar a decoração natalina da cidade, Oliveira lamentou o abandono do entorno da prefeitura, “desde o piso até a iluminação. Há cada chuva se formam 130 poças d’água nas calçadas em volta da prefeitura, por isso o governo deve levar em conta estas melhorias”, afirmou.

O líder petista também fez apelo para que a vegetação que toma conta da rua Ipiranga, no Distrito do Garcia, seja retirada e apresentou a reclamação de uma cidadã de São José, que se confessou “envergonhada com as condições do trevo do Sesi, onde plantaram flores mas não taparam o buraco”. O vereador citou ainda a iluminação do desvio da rua Dois de Setembro e alertou para a situação desesperadora do trevo da Ponte do Salto, próximo ao Jornal de Santa Catarina. “Não podemos fechar o ano sem fazer estes registros, e cumprimentar a imprensa por acompanhar e desvendar os problemas da cidade” salientou.

Por fim, saudou os “conhecidos e desconhecidos” que o estão ajudando a fazer o mandato, com sugestões e propostas que tem apresentado. Vanderlei apontou o total de 9.100 indicações que passaram pela Câmara este ano, sustentando que o numero mostra como Blumenau tem problemas. Também lembrou que foram apresentados 1.200 requerimentos no mesmo período e que mais de 300 projetos de lei passaram pela CCJ e a maioria pelo plenário. “Isso tudo acontece porque temos um conjunto de companheiros que ajudam o vereador a cumprir o mandato. Todas as posições adotadas este ano seguiram a concepção de que estávamos fazendo o melhor para a população e para a cidade”, disse. Oliveira também apontou que, apesar do recesso, a maioria dos vereadores não estará em férias, pois continuará correndo pelo município. “Continuaremos sendo vereadores 24 horas por dia”, asseverou.

Completou fazendo um agradecimento ao Executivo. “Após muita choradeira e desespero, descobriram que o palanque instalado perto do Banco do Brasil impedia o acesso da população. Resolveram desmontá-lo, finalmente, pois o local é inapropriado”, completou.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 10 de dezembro de 2009

Os vereadores Vânio Salm e Vanderlei de Oliveira agradecem a senadora Ideli pelo trabalho realizado.

Ao criticar o desempenho da representação de Santa Catarina no Congresso Nacional, o vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT) poupou a senadora Ideli Salvatti e os deputados federais Décio Lima, João Pizzolatti e Claudio Vignati: “É um quarteto muito forte, capitaneado pela senadora Ideli e que efetivamente tem conseguido resultados”, assinalou. Oliveira citou a repercussão pelo corte de R$ 50 milhões para obras de prevenção no orçamento do ano que vem, lembrando que estão confirmados mais R$ 65 milhões para o setor e grande parte para nossa região. “Tudo isso porque temos um quarteto que está sintonizado, a partir da base”, sustentou o líder petista.

Vanderlei também comentou a liberação dos 540 apartamentos para a rua Santa Maria e lembrou que, “com o investimento de mais de 30 milhões de reais, o Governo Federal já abriu as portas para mais de 200 milhões de reais para a habitação em Blumenau”. Também registrou que o ocupante do imóvel irá pagar até R$ 6 mil, em dez anos. “Este é o governo dos trabalhadores que está dando retorno aos trabalhadores, sem prejudicar. Todos os municípios catarinenses têm recebido recursos federais de grande monta, porque temos um governo federal que não persegue”, analisou Oliveira.

Em outro momento, citou a capa da revista Carta Capital, que ironiza o episódio envolvendo o governador de Brasília, com a reportagem “o conto de natal acabou em panetone”. Segundo Oliveira, “José Arruda é o mesmo que violou o painel da Câmara Federal” e aproveitou para lembrar alguns episódios ocorridos em Santa Catarina e ainda sem solução: “Apenas para não perder o foco, temos o caso Aldinho – Aldo Hey Neto, o encontro de Itá, o caso Nei Silva – dos outdoors por Santa Catarina, o caso Paulo Bauer, o caso das passagens do Congresso e o caso Pavan em combustíveis”, assinalou.

Em relação ao Parque Nacional da Serra do Itajaí, Vanderlei disse que esperava mais atenção de Fábio Faraco na administração do local e informou ter protocolado requerimento solicitando audiência publica para discutir os problemas. “Devemos trazer à tona todas as situações apresentadas com a criação do parque”, disse.

O vereador também elogiou a proposta do Samu, para que os proprietários de celulares acrescentem a sua lista de endereços o número de pessoa a contatar em caso de acidente, para garantia de socorro imediato. Os usuários deverão colocar a inscrição AA Emergência, seguida do nome de um parente ou conhecido, que aparecerá sempre em primeiro lugar. Oliveira acha que a proposta deveria ser transformada em lei no Estado.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 8 de dezembro de 2009

Mesmo mostrando imagens e solicitações da própria situação, que não foram atendidas, o vereador VADERLEI PAULO DE OLIVEIRA (PT), afirmou não ter conseguido que algo fosse feito pela rua Pastor Oswaldo Hesse. “Há aqui um conjunto de indicações da rua Pastor Oswaldo Hesse, até mesmo da bancada de governo”, mostrou. Vanderlei ainda lamentou que o governo não converse com a bancada de situação. Ele disse que as obras daquela via iniciaram na época do programa ‘Asfalta Blumenau’, antes das eleições de 2008, como mais de 40 obras e mencionou que “nenhuma foi concluída”. “Enganaram a população. Ano que vem é ano de eleição, quem sabe deste jeito as coisas saem. Peço a bancada do governo que repasse a João Paulo Kleinübing estas necessidades”, falou.

Ao voltar a salientar que os desabrigados continuam morando mal, o vereador mostrou imagens do Hotel Baviera, localizado no Centro da cidade, que está desativado e denunciou a precariedade da estrutura. Ele lembrou ainda que em outubro deste ano o “hotel da rede Barra Sul” foi temporariamente fechado, por determinação da Vigilância Sanitária, porque apresentava alguns problemas. “E as moradias provisórias que possuem problemões?”, questionou. Em seguida, Vanderlei ressaltou o mal que o ocorrido causou ao turismo do município. “Naquele período os turistas hospedados no hotel foram expulsos, o que prejudicou a imagem de Blumenau, como querem chamar turistas deste jeito?”, exaltou. Segundo Oliveira outro exemplo prejudicial a cidade é o Edifício América. “Há uma administração muito mal feita em Blumenau, que diz uma coisa e faz outra. Temos que lembrar que também dependemos de quem visita Blumenau”, observou.

Em outro momento, o parlamentar parabenizou todos os servidores que votaram nas eleições do Sindicato, ocorrida nos dias 3 e 4 de dezembro. Ele denunciou ter havido um movimentos “nos corredores da Prefeitura” para que os trabalhadores não se manifestassem. “Mais de 2.100 trabalhadores foram votar nas eleições e na Chapa 2, que acabou obtendo a maioria dos votos”, assinalou. Vanderlei desejou sorte aos eleitos. “Quando o resultado positivo vier para o trabalhador, virá para o povo”, declarou.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 3 de dezembro de 2009

Logo após a liberação do novo complexo da Vila Germânica, o poder público conseguiu resolver o problema das altas temperaturas no interior dos pavilhões. Diante disso, o vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT) solicitou que, com igual agilidade, seja resolvido o problema das altas temperaturas no interior das moradias provisórias. “As condições são insuportáveis. Essas pessoas estão em situação pior do que os nossos criadouros de galinha, onde morrem por causa do calor”, comparou. Na opinião do parlamentar, esse fator já deveria ter sido levado em consideração antes de levarem as famílias aos locais: “É inconcebível que mais de mil pessoas, permanentemente, sejam prejudicadas em seus direitos mais elementares e colocadas nesta situação constrangedora”.

Preocupações no que diz respeito à moradia em Blumenau também foram apresentadas por Vanderlei. Além das recomendações da Defesa Civil quanto à instabilidade do solo, o parlamentar frisou que é necessário levar em consideração as coberturas das novas casas, tendo em vista o aumento da velocidade dos ventos ultimamente.

Por fim, argumentou que “há a necessidade de se pensar muito bem o plano de cargos e salários dos profissionais da saúde”. Conforme recomendou o parlamentar, deve ser feito um amplo debate com a sociedade e com os profissionais da saúde.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 1º de dezembro de 2009

Ao dizer que todas as indicações sobre limpeza de córregos e ribeirões, receberam resposta de que foram executadas pela Prefeitura, sem corresponder à realidade, o vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT), tornou a criticar a administração. Ele citou relatório oficial com mais de 100 obras realizadas, e lamentou que moradores da Fortaleza, Itoupava Central, Itoupava Norte e outros continuem sem receber o atendimento. “Até os abrigos foram atingidos novamente e tem coragem de dizer que os locais foram aprovados pela Cruz Vermelha. É uma fraude o que fizeram aqui. A própria base do governo está desesperada porque as coisas não acontecem em Blumenau”, sustentou o lider petista.

Vanderlei fez convite para todos os servidores para participar nos dias 3 e 4 de dezembro, das eleições para definir os rumos do Sindicato da categoria. “Os trabalhadores vão dizer se querem a continuação da atual diretoria ou se querem uma nova cara”, apontou.

Sobre a baixa participação na conferência das cidades realizada em Blumenau, Vanderlei de Oliveira, atribuiu o fato a falta de capacidade de articulação do governo municipal. Ele lembrou na primeira edição do evento, quase 500 pessoas participaram por dois dias do encontro em Blumenau.

Oliveira voltou a reforçar as queixas da Associação de Engenheiros e  pessoas que perderam suas moradias, pela demora na aprovação de novos projetos no município. “Todos reclamam das coisas que não andam na Prefeitura, tanto para novos loteamentos ou novas casas. Tem havido apenas a intensificação da fiscalização nas obras de reconstrução”, disparou. Oliveira voltou a cobrar da Prefeitura a implantação do Programa de Engenharia Pública, em convênio com o governo federal, que permitirá a entrega de planta gratuita para a população que precisa de moradia. “Entretanto o governo municipal não tem feito a sua parte”, lamentou.

Por fim, Vanderlei disse que pretendia responder a acusações de “um dos vereadores mais atrapalhados desta Casa. Fala sem conhecimento de causa, não sabe que a lei 9.876, que tem que ser derrubada, é da época de FHC. Não sabe que ele foi por um determinado tempo, um funcionário quase fantasma do Congresso Nacional. Também não sabe muita coisa feita no Brasil. Das contribuições de mais de 200 milhões, que a cidade recebeu do governo federal. Quando quiser fazer critica, que faça consulta ao seu padrinho político Pizzolatti, que sabe como funcionam as coisas em Brasília”, completou.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 26 de novembro de 2009

“Além de chorar as perdas naturais, nós temos chorado perdas idiotas, de entes caros, por acidente de trânsito”. Assim, o vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT) lamentou a violência crescente no trânsito e conclamou a população a refletir sobre a questão. “São mortes inexplicáveis, pessoas que morrem de repente desta forma”, disse Oliveira, apelando para a necessidade de melhorar o comportamento no trânsito, para o cuidado no uso de celulares e de bebida alcoólica. “Temos sofrido muito, pois este tipo de perda não é o caminho natural da vida”, salientou. O líder petista lembrou que no último ano foram registradas 22 mortes de motociclistas em Blumenau e dez em outros acidentes de trânsito, o que, em sua opinião, é inaceitável.

O vereador também encaminhou indicação ao Executivo cobrando o envio à Câmara de projeto de lei criando o Programa de Engenharia Pública e Gratuita na cidade de Blumenau. Ao mesmo tempo, lamentou que um dos homens mais fortes do governo Luiz Henrique tenha praticado o que a imprensa tem noticiado. “O arrogante deputado Paulo Bauer se utilizava de dinheiro público para pagamento de cabos eleitorais”, disparou.

Ao analisar a situação difícil do Caic da Velha pela falta de apoio do poder público, Vanderlei lembrou que, do outro lado da cidade, uma área que era usada pela juventude da rua Bruno Schreiber está abandonada. “Enquanto isso a Praça da Gaitas e o parque Ramiro Ruediger estão muito bonitos. Mais uma prova de que o centro recebe atenção e os cantos ficam abandonados”, disse.

Ao comentar pronunciamento do progressista Deusdith de Souza, sobre a não inclusão de verbas para a região no orçamento federal, Vanderlei de Oliveira apresentou outra explicação: “Quem foi inteligente fez uso dos recursos colocados pelos deputados Décio Lima e João Pizzolatti, como o Hospital Santo Antônio, o Hospital Universitário da Furb, a Abludef, a Apae e outros. Além disso, os recursos que vieram para a saúde estão sendo utilizados em unidades de saúde e, para a educação, estão sendo utilizados na construção de ginásios de esportes. Já os recursos para obras, segundo informações, os processos licitatórios foram abertos dia 15 de setembro”, assinalou. Oliveira criticou a administração ao dizer que o projeto de apartamentos do Loteamento Libertadores está parado desde o ano passado.

Sobre a prestação de contas apresentada pela atual diretoria do Sintraseb, Oliveira alertou para a necessidade de conhecer as duas histórias da entidade, após a unificação. “De 94 a 98, quando foi comandado por Valdir Amorin, foi entregue com as contas em dia. No período de 98 em diante, até o final de 2006, passou por sérias dificuldades, por conta das diretorias comandadas pelo Agenor, pelo Pedro Linhares, pelo Silvio de Souza, pelo Ivo Antonio de Farias. Depois passou o companheiro Hilário Serpa, que faleceu, e agora pela Dione. Portanto, quando fizer relatório deve fazer pós 2008 e buscar os malefícios praticados ao movimento sindical durante este período”.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 24 de novembro de 2009

Os baixos salários oferecidos pela prefeitura de Blumenau aos profissionais do setor, mostram a falta de compromisso com a saúde, segundo o vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT). “Em 2004, Blumenau tinha R$ 70 milhões para a saúde e em 2009 deveremos ultrapassar a casa dos R$ 170 milhões, mas mesmo assim a população tem reclamado, nos conselhos e na imprensa, de cirurgias que não são feitas, de consultas, falta de medicamentos, falta de profissionais e de incentivo profissional”, apontou Oliveira.

O líder petista citou reportagem do JSC anunciando a abertura de vagas por algumas prefeituras e fez um comparativo com Brusque para mostrar que “o governo de Blumenau não tem compromisso com a saúde”. De acordo com o jornal, para contratar um psicólogo, a Prefeitura de Blumenau oferece R$ 981, enquanto em Brusque o mesmo profissional pode ganhar R$ 2.400.

Para um enfermeiro a proposta é de R$ 1.487. Em Brusque, o mesmo receberá mais do que o dobro, R$ 2.900. Já o salário de um assistente social não passa de R$ 1.487, enquanto em Brusque o valor chega a R$ 2.400 reais. Os profissionais médicos, contratados por 20 horas, têm o salário base de R$ 1.597, enquanto em Brusque, o mesmo profissional vai ser contratado por R$ 7.500 reais. “Qual é o compromisso do governo local em segurar os bons profissionais?”, indagou Vanderlei, lembrando que Brusque tem um terço da população de Blumenau, mas também um terço da arrecadação. “Para quem é defensor da política de saúde do governo é uma demonstração clara e evidente de que esta administração, não tem nenhum compromisso com a saúde pública e com o servidor em condições de atender a população”.

Por fim, Oliveira disse ter recebido denúncia de desvio de atribuições na área da saúde, quanto à aplicação dos recursos enviados a Blumenau. De acordo com petista, “profissionais contratados e pagos com recursos do ESF, estão sendo desviados para atuar no Samu de Blumenau”. Ele também cobrou o plano de carreira anunciado para o setor e até hoje não implantado.

O vereador também registrou a realização das eleições para os diretórios do Partido dos Trabalhadores, afirmando que em Blumenau o PT será conduzido pelo advogado Odair Andreani. “Mais de 500 companheiros participaram deste processo democrático”, citou. No Estado foi escolhido o ex-ministro José Fritsch, enquanto José Eduardo Dutra deverá se confirmar o novo presidente nacional. “Cerca de 300 mil filiados participaram da eleição do PT no país, representando mais um recorde”, explicou.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau
 

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 19 de novembro de 2009

Ao apoiar o pronunciamento de Larissa Constantino e Vilmar Carl, que se manifestaram esta tarde na tribuna sobre a falta de segurança no trânsito e saúde pública respectivamente, o vereador VANDERLEI PAULO DE OLIVEIRA (PT) exaltou novamente sua indignação com a administração municipal. “Não é o fato de ser oposição ou situação, o município precisa de governo para saúde, segurança pública, questões estruturais e não para propaganda”, disse.

Vanderlei criticou o adiamento da inauguração da unidade regional do Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc), que começou a ser construído em 2004. O vereador chamou a obra de ‘monumento ao desperdício’. Ele ainda fez a leitura da matéria “Inauguração do Hemosc é adiada pela terceira vez”, publicada hoje no Jornal de Santa Catarina. “Este governo que está em Santa Catarina desde 2003, que buscou recurso federal, projetou o Hemosc para Blumenau e todos nós imaginávamos que estaria pronto e aí está o Hemosc ainda não concluído”, analisou.

Em outro momento, o parlamentar anunciou que no domingo acontecerá a eleição nacional, Estadual e municipal para direção do PT. Ele convidou todos os filiados para comparecerem na Casa Amarela, das 9h às 17h. “Este é um partido que pratica democracia em suas instancias internas”, falou.

Vanderlei aproveitou ainda para agradecer ao povo catarinense que elegeu o presidente Luís Inácio Lula da Silva e a senadora Ideli Salvati. Ele elogiou o trabalho da senadora e também dos deputados Décio Lima, Cláudio Vinhati e Jorge Boeira.  O petista ainda demonstrou gratidão a todos os companheiros de gabinete. “Um mandato de vereador é feito com o auxilio de quem pode trabalhar com liberdade no gabinete”, citou. Ele agradeceu também aos que procuram o gabinete, as criticas construtivas e aqueles que o auxiliaram a fazer o mandato ao longo de sua vida pública. “Todos tem me ajudado a fazer o trabalho propositivo e fiscalizatório”, afirmou.

Por fim, o vereador comentou que apesar de morar no Progresso tem sido procurado pela comunidade dos 35 bairros de Blumenau. “Peço desculpa se não tenho conseguido atender a todos”, finalizou.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 17 de novembro de 2009

A 21ª Romaria da Terra e da Água, realizada no último domingo, no Braço do Baú, foi comentada com entusiasmo pelo vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT), que participou do evento. “Era um mar de gente, impossível contabilizar a quantidade de pessoas. Parabéns aos envolvidos”. A escolha do local também foi elogiada pelo petista, já que foi realizado às margens dos deslizamentos que ocorreram no Morro do Baú. O parlamentar ainda enalteceu o sentimento comunitário da romaria: “Lá você pode ir sem um centavo no bolso que eles não nos deixam voltar com fome. Lá temos a oportunidade de receber e partilhar”.
Em outro momento, Vanderlei se mostrou satisfeito com o aumento de pessoas empregadas no estado, mencionando que Blumenau registrou 997 novos empregos no último mês. Para ele, isso se deve ao bom trabalho desempenhado pelo Partido dos Trabalhadores no Governo Federal.
A tentativa de “privatizar a água” no município de Chapecó chamou a atenção do parlamentar, que classificou o fato como “uma tentativa de complicar a vida do povo”. Segundo ele, Blumenau está no mesmo caminho: “Blumenau caminha para privatizar o esgoto, precarizar a água, para, depois, privatizar a água”.
Por fim, convidou os filiados do PT para comparecerem às eleições gerais, que serão realizadas no próximo domingo, dia 22, das 9h às 17h.

Assessoria de Imprensa
Câmara Muninicpal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 10 de novembro de 2009

A contratação de profissionais admitidos em caráter temporário (ACT) para cargos definidos num concurso público de 2006 levou o vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT) a cobrar explicações do Executivo. Conforme apontou o petista, após a aprovação de projeto da Câmara, a Secretaria de Saúde lançou edital para contratar ACTs, no entanto, as atividades são as mesmas designadas no concurso público realizado há três anos: “Os cidadãos pagaram, passaram e a prefeitura não está chamando”, acusou. O parlamentar ainda classificou o ato de “desrespeito” aos que prestaram a prova: “É inadmissível que se use concurso público para fazer caixa na prefeitura”.

Em outro momento, afirmou que “ontem foi batizada a Universidade Federal do Vale do Itajaí”. Para Vanderlei, a federal já está em Blumenau, “basta compreender o que foi dito ontem e o que está acontecendo na região com ensino superior”. Ao mesmo tempo, o vereador reforçou o anúncio de que, a partir do ano que vem, o Instituto Federal de Educação e Tecnologia abrirá vagas em Blumenau.

Ao mencionar o jogo do Metropolitano na noite de amanhã, Vanderlei de Oliveira relembrou as dificuldades de atuar fora do município. Ele reforçou que a dificuldade não é enfrentada somente no futebol: “O handebol de Blumenau é a única modalidade que nos representa nacionalmente. Mas quando quis fazer a disputa aqui, teve que jogar em Brusque”. O petista aproveitou para criticar a falha na reforma do Galegão: “Ficou bonito, mas no handebol não serve para a cidade por causa das medidas”. O parlamentar ainda disse que “falta envolvimento público e empresarial”, além de haver despreparo e falta de planejamento.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 05 de novembro de 2009

O vereador VANDERLEI PAULO DE OLIVEIRA (PT) fez mais uma vez uma análise crítica, da segurança pública no Estado. O parlamentar esteve em Balneário Camboriú, com o ministro Tarso Genro, para uma discussão sobre o tema e ressaltou que na margem direita de Balneário está a cidade com maior índice de criminalidade de Santa Catarina, que é o município de Camboriú. “Nem em sua base o vice-governador consegue uma solução para violência no Estado”, disparou. Ele ainda recordou as imagens de policiais cometendo agressões contra adolescentes em Timbó, divulgadas na mídia; a violência praticada no presídio de Tijucas e no presídio de São Pedro de Alcântara. Vanderlei argumentou que após estes casos ao invés das autoridades como: governador, vice-governador, Secretário de Segurança Pública, Ronaldo Benedett e o Secretário de Justiça, Justiniano Pedroso, darem uma resposta positiva “lavaram as mãos e a corda arrebentou do lado mais fraco. Lamento e vamos continuar clamando por segurança”, salientou.

Vanderlei assinalou ainda que para as obras do viaduto da Mafisa continuarem em andamento é necessário que os blumenauenses mantenham a pressão. Também afirmou estar acompanhando a duplicação da BR 470 e comemorou que em breve a ponte da Ilhota será realizada. “São situações que iremos continuar lutando para acontecer”, declarou.

Vanderlei defendeu ainda a ferrovia da integração. Ele disse esperar que a frente parlamentar que luta pela ferrovia da integração volte a Blumenau. “Queremos que a ferrovia da integração passe por Blumenau e pela região do Vale, e não seja desviada a região norte como é a intenção de alguns”, apontou. Oliveira argumentou que esta ferrovia significa a ligação do Porto de Itajaí com o Oceano Pacífico no Chile, além da retirada de milhares de caminhões que circulam pelas rodovias.

O vereador ainda destacou a Audiência Pública a respeito da federalização da Furb, que irá acontecer segunda-feira, dia 9, a partir das 14h, no plenário da Câmara. Ele enfatizou que a promoção da reunião é da senadora Ideli Salvati, que é relatora da comissão pró-federalização da Furb. “Tenho a compreensão de que a federalização da Furb só depende de alguns caminhos que o tempo há de nos permitir”, argumentou. Vanderlei observou os caminhos que estão sendo tomados para auxiliar na federalização como, por exemplo; a Universidade Aberta em Blumenau, a construção do campus do Instituto Federal de Ensino Tecnológico (Infet) em parceria com a Furb. “Temos que mostrar a força de nossa região neste assunto que é a federalização da Furb”, citou.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 03 de novembro de 2009

A lei das filas dos bancos, que tanta polemica já provocou, não está sendo obedecida. A reclamação foi feita pelo vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT), afirmando que “o Procon faz muita propaganda, mas não tem exigido o seu cumprimento e um dos bancos que mais burla a lei é altamente ligado à prefeitura”. A crítica do petista atingiu a Praça do Cidadão, onde o tempo mínimo de espera também não está sendo respeitado. “Além disso, há notícias de maus tratos a pessoas que procuram a Praça do Cidadão, que não recebem os esclarecimentos e são esculachadas”, denunciou.

Vanderlei também agradeceu ao presidente da Associação de Engenheiros, considerando que as observações confirmam a falta de governo em Blumenau. “A população nem sabe que poderia reclamar à associação e ao próprio Crea e continua buscando os gabinetes dos vereadores para resolver seus problemas”, disse. Ele citou que as pessoas não recebem respostas da administração municipal.

Sobre as atas de reuniões que “não aconteceram”, questionou a participação da população na discussão do Plano Diretor. Ele alertou ao prefeito a não mentir por escrito, ao dizer que várias audiências públicas foram realizadas para discutir o projeto. “Não é assim que funciona o parlamento, por isso vamos continuar trabalhando para dar publicidade ao que está acontecendo”, confirmou.

Ele citou outro exemplo de “como não se governa”, mostrando decreto do prefeito alterando outro decreto. “Ao pesquisar a justificativa, descobri a forma secreta da medida. E na página de esportes do Jornal, a publicação do reencaminhamento da privatização do sistema de esgoto de Blumenau, com abertura dos envelopes para o dia 18 de dezembro”. Oliveira alertou que a população está atenta.

Faixa privatizacao[1]Assessoria de Imprensa

Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

Vanderlei anuncia benefícios feitos com recursos federais

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 29 de outubro de 2009

minhacasaminhavida“O governo do presidente Lula tem atendido a todos os municípios”, argumentou o vereador VANDERLEI PAULO DE OLIVEIRA (PT) ao anunciar benefícios destinados para região através do governo federal. Oliveira destacou que amanhã, Blumenau receberá da Caixa Econômica a autorização para construção de 1028 apartamentos, do Programa Minha Casa Minha Vida, sendo que 160, do Residencial Hamburgo continuam acontecendo. “Estes 1028 apartamentos representam qualquer coisa em torno de R$ 40 milhões iniciais para habitação. São as primeiras 1028, espero que o governo de Blumenau tenha capacidade de arranjar espaço e projetos adequados para no mínimo as cinco mil moradias que foram afetadas”, declarou. Ele apontou que também nesta sexta-feira, a Caixa irá autorizar a liberação de mais R$ 9,5 milhões e para o PAC drenagem no município. “Não é só Blumenau, logo em seguida Gaspar recebe autorização para investimento de cerca de 6,5 milhões e depois Itajaí receberá em torno de 32 milhões a mais do governo federal”, ressaltou. Vanderlei agradeceu a senadora Ideli Salvati e aos deputados federais Décio Lima, Cláudio Vinhati e João Pizzolatti, pelos recursos enviados à cidade. “Tem vindo muito dinheiro e Blumenau tem sido muito incompetente para investir o dinheiro à disposição”, disparou. E como exemplo, ele citou a ponte da rua Capinzal.

Num outro momento, Vanderlei exaltou as modificações positivas na educação no Brasil que aconteceram a partir de 2007, quando houve a mudança do Fundef para o Fundeb. “Só no ano de 2008 o aumento foi na ordem de três bilhões de reais investidos na educação. Em 2009 deveremos fechar o ano com cerca de 9 bilhões a mais de recursos para educação”, afirmou. Ele registrou que inclusive, a região da Itoupavazinha irá ganhar uma nova creche. “Algo em torno de R$ 4,5 milhões  que foram liberados pelo governo federal só para melhorias no setor da educação em Blumenau”, falou.

Em seguida, ele comemorou o andamento do Centro Federal de Ensino e Tecnologia (Cefet), de Gaspar. Ele ressaltou que a reitoria do Instituto Federal de Ensino Tecnológico (Infet) foi instalada em Blumenau, e que junto com a Furb trabalha na implantação de um campus Infet. “A previsão inicial do investimento é na ordem de R$ 6 milhões. É o ensino federal acontecendo em Blumenau. A previsão do campus é para abertura de 1.200 vagas”, anunciou.

O vereador ainda relatou a abertura da Universidade Aberta do Brasil, que está funcionando na Escola Pedro II. “São 280 vagas de ensino superior gratuito na nossa região”, salientou.

Por fim, ele registrou que dia 9 de novembro haverá uma Audiência Pública, trazida pela senadora Ideli Salvati, para discutir o projeto de federalização da Furb. “Já convido a todos para participar”, anunciou.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 27 de outubro de 2009

metropolitano-sc-escudoUm apelo para a construção do estádio de futebol em Blumenau foi realizado na tarde desta terça-feira pelo vereador VANDERLEI PAULO DE OLIVEIRA (PT). Torcedor do Metropolitano, Vanderlei contou ter acompanhado os jogos do campeonato e relatou os resultados obtidos pelo time. “Esta é sua quarta partida e o Metropolitano volta a jogar novamente fora, na verdade agora porque não é mais o mandante, vai jogar com o Brusque, quarta-feira a partir das 20h30”, anunciou. O vereador declarou que todos que apreciam a cultura do futebol esperam que nas próximas rodadas o Metropolitano tenha oportunidade de jogar em Blumenau. “Esperamos que o tão sonhado estádio de Blumenau seja resolvido, porque é um problema. As pessoas tendo que se deslocar para fora de Blumenau tem dificuldades e o próprio projeto do Metropolitano encontra dificuldades”, afirmou. Ele ressaltou que também os patrocinadores e apoiadores do esporte têm problemas para se deslocar. “A cidade tem grandes estruturas e trabalhos no esporte amador, mas no que diz respeito ao esporte profissional encontra entraves. Esta Casa já realizou Audiências Públicas e várias reuniões, no entanto o estádio de Blumenau precisa ser resolvido. Todo o nosso entorno com uma estrutura a disposição e em Blumenau persiste esta dificuldade há pelo menos uma década”, afirmou.

Vanderlei ainda comemorou o comunicado do Denit de que a obra da ponte que liga a BR 470 a SC 470 está “a todo vapor”. “Uma obra de mais de R$ 30 milhões para trabalhar com a lógica de desafogar o trânsito de nossa região. Fico feliz, porque este é mais um passo para duplicação da BR 470”, disse. Outro motivo de contentamento para o parlamentar são os empenhos no valor de mais de R$ 8 milhões e 400 mil, para macro drenagem na cidade. Ele ressaltou o esforço do governo federal. “Fico satisfeito e espero que os recursos sejam aplicados a exemplo do ribeirão Garcia, espero que seja aplicado lá, pois a comunidade continua cobrando”, anunciou.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 22 de outubro de 2009

Faixa privatizacao[1]Ao citar nota do Jornal de Santa Catarina informando que o prefeito foi ao Tribunal de Contas do Estado, acompanhado do presidente do Samae, o vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT), lamentou que a administração queira dar continuidade à implantação do sistema de esgoto. Ele prometeu voltar ao assunto, por considerar que mais uma vez ultrapassou as barreiras da Câmara: “As matérias têm sido plantadas na imprensa, antes da Câmara tomar conhecimento, como foi o caso do transporte intermunicipal”, criticou. O líder petista analisa que “pelo menos parte da bancada do governo deveria ser chamada para trazer algumas explicações sobre o que fizeram com os problemas encontrados no edital de licitação”.

Oliveira, que ocupa interinamente a presidência da Comissão de Constituição e Justiça, esclareceu sobre o projeto que introduz mudanças na Área Azul. “A matéria está sendo analisada pela CCJ e não será despachada antes de se reunir e receber as informações solicitadas ao Conselho de Planejamento, Conselho de Desenvolvimento Econômico, Seterb e da própria Assessoria Jurídica”. O vereador anunciou que a comissão vai se reunir somente na próxima terça-feira, às 13h30, “e o despacho acontecerá se as respostas vierem a contento”, frisou.

Vanderlei também chamou atenção para coisas que parecem corriqueiras, mas de grande alcance. “Imaginem uma mãe que precisa usar o transporte coletivo com uma criança de colo e tem que passar pela catraca. Infelizmente não existe nenhuma proposta para evitar acidentes”, disse.  Ao mesmo tempo, lembrou que “enquanto se fala tanto em descentralização, as pessoas que têm dificuldade de locomoção são obrigadas a irem ao Shopping para fazer a carteira do cartão Siga. Quando se trabalha para tirar do centro, algumas ações são feitas justamente no sentido inverso”, disse. Ele sugeriu a prestação deste serviço nos terminais urbanos do transporte coletivo.

Acompanhando as obras do viaduto da Mafisa, disse que o governo federal fez a sua parte e não completou ainda porque o municipal e o estadual não cumpriram sua responsabilidade. “Esperamos que isso ocorra para que a obra seja liberada ainda este ano e possamos acabar com o transtorno provocado”, observou.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 20 de outubro de 2009

O cancelamento do último desfile da Oktoberfest e a revolta da população na rua XV no domingo de manhã surpreenderam o vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT). “Espalharam uma botaria pela rua XV, dizendo que era porque os sem moradia faziam sua manifestação. No entanto, a decisão havia sido tomada muito antes pela organização da festa”, explicou o petista. Outra crítica de Vanderlei foi sobre a falta de esclarecimento dos motivos que levaram ao cancelamento: “Com toda essa boataria espalhada eu sou obrigado a ficar na dúvida de qual foi a verdadeira razão. Espalharam informações incorretas e não podemos acreditar em qualquer justificativa”.

Sobre a restrição dos ônibus intermunicipais em Blumenau, Vanderlei explicou que, até agora, “não pousou nenhuma iniciativa legal sobre a proibição do transporte dos ônibus”. O petista também contou que todos os vereadores de Pomerode estão revoltados com a situação, que ainda não foi esclarecida. “Vamos buscar explicações. Sabemos que não há nada decidido e sabemos que há pessoas com interesses nesta história”.

Outra proposta que recebeu críticas do parlamentar é a que modifica a Área Azul. “É inadmissível que esse projeto venha para a Câmara da forma que veio. Vamos tratar de retirar o regime de urgência porque a questão deve ser discutida”. Além disso, ele apontou que este e o dos ônibus intermunicipais são assuntos complexos “que pousam na cidade justamente quando se discute Oktoberfest e as reformas”.

A questão das moradias definitivas também foi abordada por Vanderlei, que indagou o que está sendo feito a respeito de creches, que serão necessárias nas proximidades destas construções. Ele apontou que os bairros Itoupavazinha e Progresso são exemplos de locais que irão precisar de creches. “Há a necessidade de o Governo Municipal apresentar uma resposta conclusiva e não deixar as coisas simplesmente acontecerem”, desafiou.

Por fim, mostrou imagens das condições da rua Julio Alpen, que possui uma cratera, representando perigo para quem transita pela via. “Enquanto algumas ruas na parte central recebem toda a manutenção, as comunidades que precisam não recebem atenção”, comparou Vanderlei. Ele ainda argumentou que não se trata de uma rua de placa amarela e, mesmo se fosse, deveria receber melhorias: “Não interessa qual a cor da placa, tratam-se de ruas do povo de Blumenau”.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 15 de outubro de 2009

Em defesa dos moradores do Horto Florestal o vereador VANDERLEI PAULO DE OLIVEIRA (PT) apresentou imagens da festa do Dia das Crianças realizada no meio da rua pela comunidade. O motivo foi a falta de uma local adequado para o evento. Segundo Vanderlei, o Prefeito João Paulo Kleinübing, doou um terreno para transformar em Associação de Moradores, em 2007, antes das eleições, mas em 2008 retirou o benefício. “Isso não pode ocorrer. Para enganar a comunidade doam o terreno e quando ganham a eleição retiram tudo”, disparou. O parlamentar citou que este é apenas um exemplo das promessas de construção de espaço de lazer no município que não foram cumpridas.

O vereador ainda mencionou que o democrata Jovino Cardoso Neto, reclamou da falta de passeio público e aproveitou para questionar onde está o projeto de calçadas propagado pelo Executivo em material publicitário.

Num outro momento, o vereador usou ironia para lançar o ‘Rally de Blumenau’. Ele disse que a largada será na renovada Praça da Oktoberfest, “porque é preciso largar de um lugar bonito” e acrescentou que a proposta é passar pela rua Amazonas e mais 50 vias do município. Mas avisou aos navegadores para não acessarem as ruas: Capinzal, Araranguá e alertou para tomarem cuidado na rua Oswaldo Schatz, trevo do Sesi, trevo da Mafisa e estreitamento da rua 2 de Setembro. “Está uma vergonha. Está uma barbaridade”, criticou.

Vanderlei ainda anunciou que a administração municipal continua com maldades, tentando destruir e perseguindo servidores e a população. Ele contou ter recebido documentos de pessoas afetadas e disse que irá divulgar a medida que puder. “Por isso não quiseram aprovar o assédio moral aqui”, declarou.

O parlamentar também cobrou respostas da comunidade sobre o projeto de retirada das moradias que foram destruídas e dos entulhos.

Ele se dirigiu ainda aos parlamentares o PSDB, dizendo haver vereador com saudade do estado mínimo. “Esqueceram que deixaram o Brasil quebrado? Que política social vocês apresentaram para o Brasil? Quebraram a classe trabalhadora e alguns usam de retórica para falar do atual governo federal”, disse. Ele relatou que durante oito anos no governo os tucanos enviaram de convênio para Blumenau R$ 20 milhões, enquanto em seis anos, Lula enviou mais de R$ 200 milhões a cidade. “Estão esquecendo da história, mas não dá para esquecer a história do Brasil”, salientou.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 13 de outubro de 2009

A rua Osvaldo Schatz é um exemplo de como está sendo feita a recuperação de Blumenau, segundo afirmou hoje o vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT), mostrando fotos da tribuna. “Tentaram começar as obras de recuperação e deixaram em pior estado”, protestou. O líder petista disse não entender a administração, que pede dinheiro duas ou três vezes para a mesma obra e deixa outras de lado. “Estou usando a Osvaldo Schatz como exemplo, porque assim é na cidade inteira. A cidade que está cicatrizando, porque o que é de responsabilidade da prefeitura não está acontecendo”. Oliveira também disparou contra o Governo do Estado, ao citar a ponte do Centenário: “Estão com o dinheiro desde o início do ano e não fizeram nada. Estão aguardando o quê?”, perguntou. Ao mesmo tempo disse que os vereadores ligados ao governo devem começar a dar respostas. “E se o prefeito não tem documentos, ele que descubra onde estão, pois foi a uma reunião na rua Emilio Tallmann e apenas prometeu”, lamentou.

Oliveira também registrou com ironia o convênio firmado entre a Prefeitura e a empresa de seguro Mapfre, para construção de oito casas. “Até que enfim uma boa notícia para Blumenau. Descobriram como fazer casas em Blumenau, mas porque uma empresa está doando. Ainda não conseguiram liberar os terrenos para os apartamentos, mas graças a Deus e à boa vontade de uma empresa privada, vão liberar oito casas. Falo isso com alguma preocupação, de como vão definir as pessoas que vão ocupar estas casas. Há dúvidas sobre a licitude da escolha”, advertiu.

O líder petista também chamou atenção para o pouco tempo para discutir alterações no Plano Diretor. “Querer discutir toda legislação complementar ao Plano Diretor em apenas duas horas é o mesmo que quiseram fazer com a privatização do esgoto. Vão enganar e deixar de discutir os assuntos como deve”, observou.

De outra parte, enalteceu o contrato assinado pela Conab com a prefeitura de Blumenau para apoio aos agricultores. Disse que a empresa já investiu R$ 900 mil e vai repassar mais R$ 175 mil ao Fundo Municipal para beneficiar agricultores familiares.

A imagem de um trator destruindo pés de laranja em São Paulo tem outra explicação, de acordo com Vanderlei de Oliveira: “A empresa é uma ‘grileira’, o terreno pertence à União e fizeram uma montagem nos cartórios. A empresa não é dona da fazenda e o MST tomou o local para denunciar isso”. Para o petista “quando os grandes latifundiários invadem nada é feito”.

Vanderlei de Oliveira também contestou afirmação do progressista Zé Marçal, de que a Caixa Econômica Federal pertence ao Governo Federal e, por isso, deveria negociar com os grevistas. “Mostra apenas ignorância, pois a Caixa é gerida por um conselho de administração”, disse. Ao mesmo tempo, manifestou solidariedade à luta dos trabalhadores dos bancos. Sobre as balanças da BR-470, também citadas por Marçal, o petista observou que o mesmo esqueceu que a rodovia havia sido transferida para o Estado e, em seguida, devolvida ao Governo Federal. “Agora se trabalha com a lógica de se instalar as balanças e regularizar o serviço”, esclareceu. Também sugeriu que o vereador buscasse mais informações a respeito junto ao deputado Pizzolatti.

A comemoração dos 50 anos da Sociedade Canto do Rio, realizada sábado à noite, foi registrada com satisfação pelo parlamentar.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 08 de outubro de 2009

A visita do Ministro de Assuntos Estratégicos da Presidência da Republica, Daniel Vargas, foi destacada pelo vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT). “Não é todo dia que a cidade recebe um ministro de estado e a sua visita mostra que o Governo Federal não discrimina cidades governadas por partidos de oposição”, disse. Daniel Vargas veio conversar com os micro e pequenos empresários, sendo bem recepcionado pela direção da Ampe.

Vanderlei com o Ministro Daniel Vargas, o Deputado Federal Cláudio Vignatti e a Presidente da Ampe, Sônia Medeiros.

Vanderlei com o Ministro Daniel Vargas, o Deputado Federal Cláudio Vignatti e a Presidente da Ampe, Sônia Medeiros.

O líder petista informou que conversou com o ministro durante o percurso de Navegantes a Blumenau, repassando informações sobre os problemas da cidade. A palestra foi um momento importante, porque a cidade de Blumenau foi pioneira no movimento das micro empresas, e quis saber como isso aconteceu. “O ministro também trouxe encaminhamentos para que a luta se fortaleça ainda mais no país, porque o setor emprega 70% da força de trabalho e precisa de mais apoio”, considerou. De acordo com o vereador, “o governo Lula, através da Caixa Econômica Federal, está fazendo mais um esforço no sentido de atender a pauta dos pequenos empresários, disponibilizando R$ 20 bilhões para dar mais condições de investimento”. Também elogiou a postura da diretoria da Ampe, que ouviu o ministro e depois apresentou a pauta de reivindicações do setor. “Ele levou uma boa imagem da galhardia do povo de Blumenau e de como as coisas têm acontecido na cidade, assumindo o compromisso de defender melhor acesso a créditos do Fundo Garantidor”.

O vereador também saudou a passagem do primeiro aniversário da nova programação da Rádio Blumenau, pela forma com que tem tratado todas as questões. “A emissora não fecha o telefone para ninguém. Gostaria que fosse assim com todos os meios de comunicações”, disse.

A audiência pública realizada ontem também foi citada por Oliveira. O encontro discutiu questões ligadas à agricultura, piscicultura e ao empreendedor individual na cidade de Blumenau. Ele fez um apelo aos trabalhadores informais, para que se enquadrem nesta condição. “Procurem seus contadores ou Ampe, Sescon e o Sebrae para esclarecer dúvidas”, sugeriu.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 06 de outubro de 2009

“A cidade recebe religiosamente recursos do governo federal e os impostos da população, mas todas as entidades que prestam serviços ao município, ainda não receberam os convênios do ano passado”.

A denúncia foi feita pelo vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT), responsabilizando ao titular da pasta da Assistência Social pela situação. “O secretário enrolador Mario Hildebrandt prometeu pagar em parcelas e este ano continua atrasando os convênios com as ONGs. O Governo Municipal não vem repassando valores para entidades que prestam serviços para a comunidade blumenauense. Não receberam no ano passado e caminhamos para o fim do ano com o mesmo problema. São convênios acumulados. O que o secretário está fazendo com este dinheiro?”, questionou.

Oliveira, que na sessão passada já havia classificado o prefeito de Blumenau de “caloteiro, que não paga as contas nem antigas e nem as novas”, voltou à carga na sessão de hoje. O líder petista mostrou documentos com a sentença expedida pelo desembargador Sólon D’Eça, do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, mandando sequestrar contas do município para pagar credores. Ao mesmo tempo, acrescentou que “o município colocou alguém muito esperto para acompanhar os processos e fazer malabarismos para que o Tribunal de Justiça não possa sequestrar as contas”.

Ao comentar o convite enviado pela prefeitura para a inauguração da pavimentação das ruas Frederico Schlei e Irmgard Schramm, o vereador criticou a administração municipal, afirmando que as obras foram feitas em quase sua totalidade com recursos da comunidade. “Pedem dinheiro federal, dinheiro do estado e usam dinheiro da população para executar o trabalho”, disparou.

Na mesma linha, Vanderlei de Oliveira anunciou que “mais broncas e bombas envolvendo a prefeitura municipal e a Companhia Urbanizadora de Blumenau estão prestes a estourar e outras cabeças deverão rolar”. Ele prometeu apresentar mais detalhes oportunamente.

Por fim, registrou a visita a Blumenau do ministro interino da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), Daniel Vargas. Ele vem a Blumenau falar com empresários de micro e pequeno porte sobre a reformulação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas. O encontro foi promovido pela Ampe.

Oliveira também endossou todas as reclamações sobre problemas na área da saúde, apresentadas pelo companheiro de bancada Vanio Salm.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 01 de outubro de 2009

O argumento de que “a Câmara, coletivamente, tem a responsabilidade de fiscalizar o Executivo” foi utilizado pelo vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT) para criticar a prefeitura quanto à falta de resposta aos seus requerimentos. Em especial, um requerimento do petista indagando a situação de precatórios do Executivo, que não foi respondido até agora. “Quando escutarem por aí que Blumenau é uma cidade de administradores trapaceiros e velhacos, não é brincadeira”, garantiu. A falta de resposta levou o parlamentar a pesquisar as dívidas do poder público, que, segundo ele, totaliza em 79 precatórios a partir de 2005. Além de mencionar a arrecadação que o Município obteve no início do ano, totalizando mais de R$ 20 milhões apenas com IPTU, Vanderlei comparou a situação da cidade à de Joinville: “Blumenau, com 300 mil habitantes possui 79 precatórios, enquanto Joinville, que conta com quase meio milhão de pessoas, possui apenas 13”.

Vanderlei ainda relatou que diversas indagações não são respondidas desde o início do ano. “Estão querendo esconder práticas não recomendáveis. Se não respondem, é porque têm algo a esconder. E se eles têm algo a esconder da Câmara, a mesa diretora deveria tomar providências. Eles não querem que a Câmara faça o trabalho fiscalizatório”, apontou o petista. Ainda sobre esse assunto, sustentou: “Os próprios vereadores da base de governo mostram que o prefeito não cumpre o que promete”.

Outra crítica do parlamentar disse respeito à “privatização da merenda escolar”. Segundo ele, trata-se de “um crime político praticado contra a cidade”, já que R$ 50 milhões são pagos à empresa que presta o serviço. O vereador ainda anunciou que na semana que vem, durante a audiência pública de quarta-feira, falará do prejuízo causado a agricultura pela terceirização da alimentação escolar.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

VANDERLEI: “A NATUREZA MANDOU MAIS UM RECADO”

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 29 de setembro de 2009.

Um total de R$ 2 bilhões 141 milhões foi o que o governo federal disponibilizou para Santa Catarina após a catástrofe ocorrida em novembro do ano passado, de acordo com o vereador VANDERLEI PAULO DE OLIVEIRA (PT). Ele lembrou já ter falado a respeito da administração destes recursos e observou que “a natureza mandou mais um recado”. “Todos estamos angustiados nos últimos dias. A população tem razão em reclamar”, declarou. O vereador argumentou que o governo municipal tem feito “obras de aparência” e citou como exemplo os córregos da Itoupava Central. “Na região Norte abriram os córregos e colocaram as máquinas onde aparecia, mas onde não poderia ser visualizado nada foi feito. Dez meses depois nada foi feito”, enfatizou.

O parlamentar ainda comentou já ter mostrado as dificuldades quanto a limpeza e desassoreamento da tubulação existente na rua Anchieta e afirmou que toda cidade passa pelo problema. “Blumenau recebeu caminhões para fazer a limpeza das tubulações e nada foi feito”, mencionou. E voltou a apresentar números. “Só de recursos diretos para os governos foram mais de R$ 800 milhões. Isto é complicado”, salientou. Vanderlei ainda denunciou que os agricultores da cidade estão sendo prejudicados pela Prefeitura. “Eles estão sendo multados e obrigados a pagar IPTU”, informou. O petista destacou também que há tempos as moradias de Blumenau foram construídas sem fossa e filtro e agora, mesmo após a catástrofe, a Prefeitura “investe pesado na fiscalização das moradias com notificações e multas, principalmente nas classes D e E”. Vanderlei comentou que se as famílias têm dificuldade de instalar a fossa e o filtro no período de 30 dias, o poder público multa e faz ameaças. “Ao invés de darem prosseguimento num programa público de melhoria causam situação de desespero no povo de Blumenau”, afirmou.

Em outro momento, o vereador apontou que quando denunciou a Prefeitura na Procuradoria Geral de Florianópolis e Brasília, por conta das moradias provisórias, diversos “bocas alugadas” disseram que estava fazendo uma disputa político partidária. “Pode até ser, mas é em defesa de quem precisa”, declarou. Ele ainda anunciou que um documento da Associação dos Engenheiros e Arquitetos do Vale do Itajaí confirma a fraude que foi a liberação das moradias provisórias.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »