Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Ferrovia da Integração’

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 27 de julho de 2010

Ao comentar a audiência pública da APAE realizada na Câmara Municipal o petista VANDERLEI DE OLIVEIRA lamentou não ter havido nenhuma resposta até o momento. “Embora todas as tentativas, graças à insensibilidade do secretário da saúde e do governador do Estado, a situação ainda não foi resolvida”, criticou.

Vanderlei também registrou a publicação das atas do dia 1º de março, 30 de abril e 10 de maio, no jornal de hoje, “pela empresa que ainda tenta se manter como responsável pela obra do sistema de esgoto da cidade”, deixou no ar uma advertência: “Esta situação ainda não está resolvida”. Ele disse que nada tem contra os trabalhadores envolvidos, mas sim contra “esta doença que trouxeram para se instalar em Blumenau. Podem colocar as barbas de molho, porque a luta não terminou”.

Como notícia boa, o vereador mostrou o edital 327, de 14 de julho, que trata da instalação da ferrovia de 622 quilômetros, ligando Itajaí a Chapecó, e em seguida a Dionísio Cerqueira. “Trata-se do edital de estudos complementares para que voltemos a ter a ferrovia da integração, no valor de R$ 6 milhões e 370 mil”, assinalou.

Com imagens da pedra fundamental dos 27 apartamentos prometidos aos moradores da rua Pedro Kraus, atirada ao solo, Vanderlei de Oliveira criticou a administração pela demora no início das obras. “É mais uma contribuição do governo municipal, para atender as carências na habitação”, ironizou. Ao mesmo tempo, mostrou imagens da rua Guarulhos, executada depois das eleições de 2008, classificando a obra de eleitoreira. “O deslocamento dos moradores é praticamente impossível”, disse.  Ele lamentou que houve a garantia de recuperação, mas infelizmente não estão cumprindo a promessa.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau
Anúncios

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 06 de abril de 2010

Ao falar sobre a educação infantil em Blumenau, o vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT) informou a sentença imposta ao município em 14 de dezembro de 2009, que obriga a garantia de vagas para todas as crianças que necessitarem. “Na época, eram necessárias cinco mil vagas na educação infantil e, a partir da sentença, essas vagas devem ser garantidas”, apontou. A decisão decorreu de uma ação do Ministério Publico com a intervenção dos Conselhos Tutelares para que o direito à educação seja cumprido. O parlamentar falou ainda sobre a atual situação das creches, onde o número de educandários é pequeno para a quantidade de crianças. ”É preciso garantir a educação infantil e espero que o município apresente uma política correta para o acolhimento e atendimento devido às crianças na pré-escola e nos demais níveis”, cobrou.

O petista comentou ainda discursos feitos sobre o PAC, sem o conhecimento completo do programa. “Estão dizendo que são projetos eleitoreiros. Realmente são, pois são projetos que o povo elegeu para comandar o Brasil”, alegou. Ao falar sobre as criticas em relação à BR-470, Vanderlei destacou outras obras que o PAC engloba e que não são comentadas. “É importante que todos tomem conhecimento que parte da BR-470 já foi duplicada pelo programa. Em Blumenau há projetos para drenagem de ribeirões e melhorias das margens do Rio Itajaí-Açu. Em Santa Catarina temos a obra da ferrovia que liga o estado de Leste a Oeste”, esclareceu. O vereador declarou ainda estar satisfeito com a atuação do Governo Federal e dos articuladores políticos do estado. “Todos eles tiveram capacidade de fazer em Santa Catarina o que os governantes do estado não tiveram capacidade de colocar na pauta”, concluiu.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 05 de novembro de 2009

O vereador VANDERLEI PAULO DE OLIVEIRA (PT) fez mais uma vez uma análise crítica, da segurança pública no Estado. O parlamentar esteve em Balneário Camboriú, com o ministro Tarso Genro, para uma discussão sobre o tema e ressaltou que na margem direita de Balneário está a cidade com maior índice de criminalidade de Santa Catarina, que é o município de Camboriú. “Nem em sua base o vice-governador consegue uma solução para violência no Estado”, disparou. Ele ainda recordou as imagens de policiais cometendo agressões contra adolescentes em Timbó, divulgadas na mídia; a violência praticada no presídio de Tijucas e no presídio de São Pedro de Alcântara. Vanderlei argumentou que após estes casos ao invés das autoridades como: governador, vice-governador, Secretário de Segurança Pública, Ronaldo Benedett e o Secretário de Justiça, Justiniano Pedroso, darem uma resposta positiva “lavaram as mãos e a corda arrebentou do lado mais fraco. Lamento e vamos continuar clamando por segurança”, salientou.

Vanderlei assinalou ainda que para as obras do viaduto da Mafisa continuarem em andamento é necessário que os blumenauenses mantenham a pressão. Também afirmou estar acompanhando a duplicação da BR 470 e comemorou que em breve a ponte da Ilhota será realizada. “São situações que iremos continuar lutando para acontecer”, declarou.

Vanderlei defendeu ainda a ferrovia da integração. Ele disse esperar que a frente parlamentar que luta pela ferrovia da integração volte a Blumenau. “Queremos que a ferrovia da integração passe por Blumenau e pela região do Vale, e não seja desviada a região norte como é a intenção de alguns”, apontou. Oliveira argumentou que esta ferrovia significa a ligação do Porto de Itajaí com o Oceano Pacífico no Chile, além da retirada de milhares de caminhões que circulam pelas rodovias.

O vereador ainda destacou a Audiência Pública a respeito da federalização da Furb, que irá acontecer segunda-feira, dia 9, a partir das 14h, no plenário da Câmara. Ele enfatizou que a promoção da reunião é da senadora Ideli Salvati, que é relatora da comissão pró-federalização da Furb. “Tenho a compreensão de que a federalização da Furb só depende de alguns caminhos que o tempo há de nos permitir”, argumentou. Vanderlei observou os caminhos que estão sendo tomados para auxiliar na federalização como, por exemplo; a Universidade Aberta em Blumenau, a construção do campus do Instituto Federal de Ensino Tecnológico (Infet) em parceria com a Furb. “Temos que mostrar a força de nossa região neste assunto que é a federalização da Furb”, citou.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

VANDERLEI: OBRAS DA PREFEITURA NÃO ANDAM

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 15 de setembro de 2009.

“Para quem diz que não apresento nada de bom, quero mostrar um pouco do que funciona e um pouco do que não funciona em Blumenau”.  As palavras do vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT), anunciaram imagens do residencial Hamburgo, que está sendo construído no Badenfurt e que conta com 160 moradias financiadas pelo governo federal. “As coisas estão andando, porque lá não tem a placa da prefeitura de Blumenau”, fustigou o petista.

Para Oliveira, “a Caixa e as empresas fazem as coisas andar, e isso serve de referência para o Loteamento Santa Rita, porque onde a prefeitura tem responsabilidade, nada acontece”, acrescentou. O investimento do governo federal é de R$ 7 milhões e 200 mil reais. “Esta é a Blumenau que funciona, onde o ‘prefeito’ Luiz Inácio Lula da Silva tem feito as coisas”, ironizou.

Em seguida o líder petista lembrou que em 16 de junho de 2006, o governo federal liberou o dinheiro para a construção de moradias que deveriam abrigar moradores da rua Coripós, atingidos antes da catástrofe de novembro.  “Obra do Loteamento Libertadores está completamente parada, enquanto o prefeito colocou os moradores do Santa Rita em pânico”, criticou. Oliveira lamentou ainda que a administração municipal não tenha capacidade de construir uma casa, mas está destruindo com rapidez incrível.

Em outras imagens, o vereador mostrou terreno preparado para receber outro conjunto habitacional na rua Emilio Wemuth, com recursos liberados em 7 de dezembro de 2007. “Nada foi feito e é inadmissível que o prefeito eleito, crie pânico na comunidade e deixe todos pedindo socorro. Se perderam recursos, é por incompetência”.

Oliveira acusou a prefeitura igualmente de priorizar o embelezamento do Centro, esquecendo os bairros. “A rua Fritz Koegler apresenta passeios completamente abandonados, em local de grande circulação de pessoas.  Quem não corre a cidade não consegue ver, mas apenas a parte central está ficando bonita”, disse.

Por fim, Vanderlei manifestou satisfação com a reunião sobre a Ferrovia da Integração realizada ontem, destacando a grande contribuição do deputado Pedro Uczai. “É um projeto majestoso e seguro, não apenas para Santa Catarina, mas para o Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, e uma ligação com todo o Mercosul. Estou feliz com a contribuição que o presidente Lula tem dado para Santa Catarina”, completou.

Assessoria de Comunicação
Câmara de Vereadores de Blumenau

Read Full Post »

Convite ferrovia da integração2

Read Full Post »

VANDERLEI: DINHEIRO DA SAÚDE GASTO EM PROPAGANDA

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 10 de setembro de 2009

“Mais de 1.400 pessoas aguardam por uma cirurgia de catarata desde 2007, enquanto a prefeitura gasta milhões de reais em propaganda da Policlínica na televisão para dizer que está tudo bem com a saúde”. O protesto foi feito pelo vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT), acrescentando que muita gente está ficando cega, perdendo o direito de dirigir e ter uma vida normal. O líder petista lembrou que o próprio Secretário de Saúde veio à Câmara para dizer que estava tudo bem, “mas não acreditei quando fui procurado por um metalúrgico de 60 anos, que está prestes a perder a visão e não pode mais dirigir”. Ele adiantou que o cidadão irá buscar na justiça o seu direito ao atendimento médico. Ele apresentou documentos para mostrar que “a saúde de Blumenau dispõe de R$ 150 milhões para serem aplicados somente este ano”. Para Oliveira “esta situação é inconcebível. Abriram concurso para contratar um profissional da área e mais de 1.400 blumenauenses estão esperando na fila, enquanto gastam milhões de reais em propaganda”, disparou.

O vereador manifestou satisfação com aprovação do piso salarial estadual, de R$ 587 reais e a aplicação de quatro faixas. Entretanto, criticou a não inclusão dos servidores públicos estaduais e municipais. “Espero que o governador sancione para começarmos a trabalhar pela inclusão de servidores municipais e estaduais. Em Blumenau o piso está na casa dos 500 reais”, assinalou.

Vanderlei também dirigiu críticas ao Samae pela deficiência no atendimento a algumas áreas da cidade. “A certificação ISO 9001 que o Samae conseguiu era falsa e já está denunciada no Ministério Público. A confirmação se dá quando subimos as ruas Colatina e Sidio Russi, nos altos do Progresso. Como é que uma empresa obtém uma certificação com tantos problemas?”, indagou. Ele ainda sugeriu uma visita a rua Fritz Koegler na Fortaleza, para verificar o estado em que a via se encontra, e à imprensa, que busque os motivos que levaram o último Secretário da Defesa Civil a deixar o cargo em Blumenau. “A Secretaria de Defesa Civil já teve um administrador, um tenente coronel, passou por um tenente e nem um general deu conta de resolver a balburdia que é o atendimento no setor”, afirmou Oliveira.

Por fim, convidou a comunidade a prestigiar a entrega de moções a dirigentes do Clube Atlético Metropolitano, no próximo dia 16, na Câmara Municipal, quando apresentarão resultados e projetos para o futuro.

FERROVIA DA INTEGRAÇÃO

O líder do PT, também convidou para a reunião de segunda-feira, às 19h, no plenário do Legislativo, quando o deputado estadual Pedro Uczai, presidente da Frente Parlamentar para Instalação da Ferrovia da Integração de Santa Catarina, fará uma exposição sobre o projeto. “Vamos conhecer as perspectivas e expectativas da implantação da ferrovia da integração, ligando o litoral à Argentina e Paranaguá ao Rio Grande do Sul”, disse.

Assessoria de Comunicação
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »