Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Desperdício’

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 13 de outubro de 2009

A rua Osvaldo Schatz é um exemplo de como está sendo feita a recuperação de Blumenau, segundo afirmou hoje o vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT), mostrando fotos da tribuna. “Tentaram começar as obras de recuperação e deixaram em pior estado”, protestou. O líder petista disse não entender a administração, que pede dinheiro duas ou três vezes para a mesma obra e deixa outras de lado. “Estou usando a Osvaldo Schatz como exemplo, porque assim é na cidade inteira. A cidade que está cicatrizando, porque o que é de responsabilidade da prefeitura não está acontecendo”. Oliveira também disparou contra o Governo do Estado, ao citar a ponte do Centenário: “Estão com o dinheiro desde o início do ano e não fizeram nada. Estão aguardando o quê?”, perguntou. Ao mesmo tempo disse que os vereadores ligados ao governo devem começar a dar respostas. “E se o prefeito não tem documentos, ele que descubra onde estão, pois foi a uma reunião na rua Emilio Tallmann e apenas prometeu”, lamentou.

Oliveira também registrou com ironia o convênio firmado entre a Prefeitura e a empresa de seguro Mapfre, para construção de oito casas. “Até que enfim uma boa notícia para Blumenau. Descobriram como fazer casas em Blumenau, mas porque uma empresa está doando. Ainda não conseguiram liberar os terrenos para os apartamentos, mas graças a Deus e à boa vontade de uma empresa privada, vão liberar oito casas. Falo isso com alguma preocupação, de como vão definir as pessoas que vão ocupar estas casas. Há dúvidas sobre a licitude da escolha”, advertiu.

O líder petista também chamou atenção para o pouco tempo para discutir alterações no Plano Diretor. “Querer discutir toda legislação complementar ao Plano Diretor em apenas duas horas é o mesmo que quiseram fazer com a privatização do esgoto. Vão enganar e deixar de discutir os assuntos como deve”, observou.

De outra parte, enalteceu o contrato assinado pela Conab com a prefeitura de Blumenau para apoio aos agricultores. Disse que a empresa já investiu R$ 900 mil e vai repassar mais R$ 175 mil ao Fundo Municipal para beneficiar agricultores familiares.

A imagem de um trator destruindo pés de laranja em São Paulo tem outra explicação, de acordo com Vanderlei de Oliveira: “A empresa é uma ‘grileira’, o terreno pertence à União e fizeram uma montagem nos cartórios. A empresa não é dona da fazenda e o MST tomou o local para denunciar isso”. Para o petista “quando os grandes latifundiários invadem nada é feito”.

Vanderlei de Oliveira também contestou afirmação do progressista Zé Marçal, de que a Caixa Econômica Federal pertence ao Governo Federal e, por isso, deveria negociar com os grevistas. “Mostra apenas ignorância, pois a Caixa é gerida por um conselho de administração”, disse. Ao mesmo tempo, manifestou solidariedade à luta dos trabalhadores dos bancos. Sobre as balanças da BR-470, também citadas por Marçal, o petista observou que o mesmo esqueceu que a rodovia havia sido transferida para o Estado e, em seguida, devolvida ao Governo Federal. “Agora se trabalha com a lógica de se instalar as balanças e regularizar o serviço”, esclareceu. Também sugeriu que o vereador buscasse mais informações a respeito junto ao deputado Pizzolatti.

A comemoração dos 50 anos da Sociedade Canto do Rio, realizada sábado à noite, foi registrada com satisfação pelo parlamentar.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau
Anúncios

Read Full Post »

VANDERLEI: DINHEIRO DA SAÚDE GASTO EM PROPAGANDA

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 10 de setembro de 2009

“Mais de 1.400 pessoas aguardam por uma cirurgia de catarata desde 2007, enquanto a prefeitura gasta milhões de reais em propaganda da Policlínica na televisão para dizer que está tudo bem com a saúde”. O protesto foi feito pelo vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT), acrescentando que muita gente está ficando cega, perdendo o direito de dirigir e ter uma vida normal. O líder petista lembrou que o próprio Secretário de Saúde veio à Câmara para dizer que estava tudo bem, “mas não acreditei quando fui procurado por um metalúrgico de 60 anos, que está prestes a perder a visão e não pode mais dirigir”. Ele adiantou que o cidadão irá buscar na justiça o seu direito ao atendimento médico. Ele apresentou documentos para mostrar que “a saúde de Blumenau dispõe de R$ 150 milhões para serem aplicados somente este ano”. Para Oliveira “esta situação é inconcebível. Abriram concurso para contratar um profissional da área e mais de 1.400 blumenauenses estão esperando na fila, enquanto gastam milhões de reais em propaganda”, disparou.

O vereador manifestou satisfação com aprovação do piso salarial estadual, de R$ 587 reais e a aplicação de quatro faixas. Entretanto, criticou a não inclusão dos servidores públicos estaduais e municipais. “Espero que o governador sancione para começarmos a trabalhar pela inclusão de servidores municipais e estaduais. Em Blumenau o piso está na casa dos 500 reais”, assinalou.

Vanderlei também dirigiu críticas ao Samae pela deficiência no atendimento a algumas áreas da cidade. “A certificação ISO 9001 que o Samae conseguiu era falsa e já está denunciada no Ministério Público. A confirmação se dá quando subimos as ruas Colatina e Sidio Russi, nos altos do Progresso. Como é que uma empresa obtém uma certificação com tantos problemas?”, indagou. Ele ainda sugeriu uma visita a rua Fritz Koegler na Fortaleza, para verificar o estado em que a via se encontra, e à imprensa, que busque os motivos que levaram o último Secretário da Defesa Civil a deixar o cargo em Blumenau. “A Secretaria de Defesa Civil já teve um administrador, um tenente coronel, passou por um tenente e nem um general deu conta de resolver a balburdia que é o atendimento no setor”, afirmou Oliveira.

Por fim, convidou a comunidade a prestigiar a entrega de moções a dirigentes do Clube Atlético Metropolitano, no próximo dia 16, na Câmara Municipal, quando apresentarão resultados e projetos para o futuro.

FERROVIA DA INTEGRAÇÃO

O líder do PT, também convidou para a reunião de segunda-feira, às 19h, no plenário do Legislativo, quando o deputado estadual Pedro Uczai, presidente da Frente Parlamentar para Instalação da Ferrovia da Integração de Santa Catarina, fará uma exposição sobre o projeto. “Vamos conhecer as perspectivas e expectativas da implantação da ferrovia da integração, ligando o litoral à Argentina e Paranaguá ao Rio Grande do Sul”, disse.

Assessoria de Comunicação
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

VANDERLEI: PREFEITO NEGA COMPROMISSO COM ESTUDANTES

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 1º de setembro de 2009

Pasmo com a matéria da Folha de Blumenau, em que o prefeito diz que não vai cumprir a lei do crédito educativo, o vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT) conclamou o DCE e vereadores vinculados ao movimento estudantil a tomarem alguma atitude. “Eu vou continuar denunciando, porque acompanhei as mudanças feitas em 2005 e em 2008, com a promessa de repassar os valores”, observou. O líder petista disse ter acompanhado a história da venda do patrimônio de Blumenau, o Moinho do Vale, para a consolidação do fundo de apoio aos estudantes. “E agora, embora reconstruído o Moinho, o prefeito diz que não vai cumprir o que prometeu”.

Ao analisar os registros da Prefeitura do sistema informatizado do Projeto Asfalta Blumenau, Vanderlei de Oliveira encontrou outros problemas graves. Ele destacou a realização de gastos de R$ 230 mil para a pavimentação com lajotas da rua Hermann Lange, quando a obra foi asfaltada. Além disso, a obra consta no sistema com pagamento em duplicidade. Ele sugeriu a realização de uma visita à rua. Da mesma forma, mostrou estranheza com os registros que garantem a conclusão da pavimentação da rua Pastor Osvaldo Hess e pediu para que ela também fosse visitada. Vanderlei registrou ainda participação em reunião na rua Henrique Griebel, na Itoupava Central, que foi piqueteada para pavimentação e cujos moradores continuam esperando. Oliveira reforçou igualmente a preocupação com as denúncias sobre desmandos na obra da ponte da rua Carlos Pagel, sem que haja uma manifestação oficial do Deinfra. “Infelizmente o Deinfra não dá respostas para o dinheiro que está sendo jogado fora”, disparou. E alertou que o Ministério Público Federal está investigando: “Quem tem rabo preso que tenha cuidado”. Uma advertência também foi feita ao atual presidente da Companhia Urbanizadora de Blumenau, Célio Dias, para “não querer dar explicações sobre o que não conhece”.

Em outro momento, Oliveira comemorou que o Governo Federal continua trabalhando para Santa Catarina, ao citar o projeto da ferrovia entre Imbituba e São Francisco do Sul, e a ferrovia da integração que vai ligar Dionísio Cerqueira a Itajaí. “Tudo isso é possível porque, quando da campanha de José Fritsh ao senado, os projetos foram apresentados e já estão andando. Tudo está acontecendo porque tem um governo que pensa no povo catarinense”, consolidou. Ao citar a discussão do piso salarial regional, o representante do PT disse que o partido apoia dois pontos da matéria: a inclusão dos servidores públicos estaduais e municipais e que o estado de Santa Catarina faça discussão do assunto. “São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul já possuem os seus salários regionais”, disse.

Assessoria de Comunicação 
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

NA TRIBUNA: Pronunciamento na sessão do dia 11 de agosto de 2009

A denúncia de superfaturamento em obras de reconstrução executadas em Blumenau foi reforçada pelo vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT), ao apontar os valores cobrados para a pintura de pontes. “O custo para o serviço na ponte da rua Itororó será de R$ 125.783,55”, afirmou Oliveira, confessando que custou a acreditar: “Pensei que se tratava de um erro de digitação, mas é verdade. E o que poderia ser feito com esta quantia? Quantas casas? Uma, duas, três ?”, questionou indignado. Já na rua Carlos Pagel, a pintura de uma ponte de apenas trinta metros custará R$ 94.800, 00 , enquanto A OBRA COMPLETA DA PONTE DA RUA JULIO MICHEL TEVE UM CUSTO APROXIMADO DE R$ 280 mil”, COMPAROU VANDERLEI. “Tentem se convencer da razão que leva a pintura de uma ponte a ter este custo”, inferiu Oliveira. Ele alertou os colegas para “a responsabilidade de cada um” e prometeu voltar ao assunto.

Também citou que, de acordo com matéria publicada em jornal da cidade, o Ministério Público já está verificando o que aconteceu. O líder petista ainda alertou a população de Blumenau sobre a importância de participar do plebiscito sobre a privatização do esgoto na cidade. A consulta vai ser realizada de 10 a 14 de agosto, através de urnas instaladas em vários pontos da cidade. “Esta é uma verdadeira consulta popular”, analisou Oliveira. Ao saudar a passagem do Dia do Advogado, cumprimentou estudantes presentes e fez apelo aos profissionais da área, “para que deixem de violentar os dez mandamentos dos advogados. Tem muito advogado, violentando aquilo que foi recomendado pelo jurista Eduardo Couture, para que fosse a regra básica do direito”.

Vanderlei também disse que a boa noticia mais uma vez ficou por conta do Governo Federal, “com pequena participação do município”, que vai permitir um investimento de R$ 7,9 milhões de reais na construção de 160 apartamentos através do Programa Minha Casa, Minha Vida. “O governo municipal tenta embarcar em mais este programa, mas se não fosse esta empresa, que atua no Brasil inteiro, intermediando a busca dos recursos, nada seria feito”, criticou. Em outro momento, informou ter visitado a rua Eça de Queiroz e se confessou decepcionado pela falta de ações do município. Por fim, citou com ironia que “a parceria” entre o Jornal de Santa Catarina, através de reportagens “e o vereador Zeca Bombeiro”, tenha resultado no início de obras importantes, como a rua Bernardo Scheidemantel.

Assessoria de Comunicação
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »

Na Tribuna
Pronunciamento na Sessão do dia 28 de julho de 2009

VANDERLEI: “ESTÃO JOGANDO DINHEIRO FORA EM BLUMENAU”

“Não dá pra sorrir em Blumenau, quando vemos a falta de atendimento básico na saúde, enquanto o prefeito dá estímulo fiscal a um grande conglomerado privado com base nos Estados Unidos e Canadá, cuja finalidade é a criação de bois milionários”. A denúncia abriu o pronunciamento do vereador VANDERLEI DE OLIVEIRA (PT), ao dizer que “estão jogando dinheiro fora em Blumenau”. Ele mostrou que a prática também se confirma em dois contratos – um do Seterb e outro da Prefeitura, em que “o município vai destinar mais de 12 milhões de reais para lavar e passar roupas e limpar salas”. “Enquanto isso, o executivo não instala um controlador de velocidade na rua Progresso  n° 2900”, reclama o lider petista. Continuando a vasculhar, Vanderlei disse ter descoberto que “mais de 150 mil reais estão sendo jogados fora através da sigla MRS. 955”. Ele pediu atenção, anunciando que pretende tomar providencias a respeito.

Também se disse pasmo ao abrir o Diário Oficial do município, e constatar a aquisição de 757 novas linhas de telefones celulares para a prefeitura de Blumenau. “Para quem? É preciso? Devem explicar”, disse. Explicações também foram cobradas para o contrato firmado pela prefeitura com a empresa Sulcatarinense “que já fez barbaridades em Blumenau, e uma licitação suspensa pela justiça. Mas, por incrível que pareça a prefeitura refez o contrato que ultrapassa 11 milhões de reais, com o consórcio. Por isso é muito difícil de me verem sorrir”, declarou.

A audiência pública realizada no Caça e Tiro Ribeirão Itoupava, para discutir os problemas da Rodovia Guilherme Jensen, também não deixou feliz o representante petista. “Não foi uma reunião da Câmara, mas do prefeito, porque fomos chamados para bater palmas. Não ter o direito de falar numa audiência publica promovida pela própria Casa, é permitir que ela seja mais uma vez enganada”, disparou Oliveira. Para o vereador, “quem falou foi o prefeito e deputados, com desconhecimento da história. Não sabiam que a rodovia está incluída no orçamento de 2009 e é inadmissível que seja anunciada num plano para 2050. Também não discutiram o entorno, levaram algumas informações para enganar a comunidade. Considero que a prefeitura e governo do Estado deixaram muito a desejar na audiência pública”.

O líder oposicionista anunciou que vai repensar a participação em novos eventos desta natureza: “Se for para ser vaquinha de presépio, vamos repensar nossa participação”. Ele também concitou a comunidade a refletir sobre o que considera “mais uma falácia, como foi o projeto Asfalta Blumenau”. E sugeriu que as pessoas visitem o Binário da rua Paris, uma obra de mais de 2 milhões de reais, para ver como está a situação. “Lamento que numa atividade pública, nem os vereadores tem o direito de fazer o contraponto, deixando o prefeito enganar a população”, completou.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Blumenau

Read Full Post »